quarta-feira, 14 de fevereiro de 2007

Salário mínimo de 100 dólares? (Lembrando velhas discussões)

Quem, hoje em dia, dentro ou fora do Congresso Nacional, defende um salário mínimo de 100 dólares? Ninguém. Nenhuma pessoa no Brasil mantém esta bandeira de reajuste. Chega a parecer surreal e ofensivo até falar de uma coisa dessas.
Há alguns anos, porém, quando o dólar estava muito acima do valor atual, acima dos três reais, esta era uma bandeira de parlamentares pertencentes a espectros ideológicos distintos como os senadores ACM do PFL e Paulo Paim do PT. Os tempos eram outros, o dólar tinha a cotação citada, mas, em época de dólar em baixa, quando 100 dólares equivalem a aproximadamente 210 reais, este é um assunto quase morto no Congresso Nacional.
Quase, pois sempre tem um ou outro parlamentar governista a comentar que o salário mínimo brasileiro está muito acima deste patamar. Claro que está, a cotação do dólar abaixou. Chega a parecer piada este tipo de comentário, mas injustiças não devem ser feitas e deve-se admitir que o governo atual dá reajustes salariais maiores que governos anteriores e estabeleceu uma política constante de reajuste que vai levar em consideração a inflação do ano anterior mais a média do crescimento do PIB brasileiro. Além disso, uma lei aprovada no governo FHC permite que os estados estabeleçam seus próprios pisos salariais para seus servidores.
Apenas para constar o salário mínimo atual é de 350 reais e será reajustado para 375 reais.

Um comentário:

Breno disse...

Em devaneio, isso me lembra um nick de MSN de um colega meu: "Agora que sabemos que é irreversível, vamos continuar poluindo, mas de consciência limpa!"